Borrego é “rei à mesa” em abril


O Borrego é “rei à mesa” em Évora no mês de abril…no âmbito da iniciativa “Évora- 12 meses de boa mesa”. A cozinha tradicional alentejana serve-se quente, com pão e vinho do Alentejo, como não poderia deixar de ser… O “Ensopado de Borrego” talvez seja o grande cartaz mas nos restaurantes aderentes não faltam pratos…

Vamos a Viana…ao Bacalhau


Já vai sendo tempo de organizar a sua agenda, uma vez que Comer, Beber, Conviver com a família e os verdadeiros amigos é o que se leva melhor desta vida, dura, de luta constante…mas que pode e deve ser pelo menos prazerosa! É por isso mesmo que aqui fica desde já uma sugestão de fim-de-semana…

“”Triplo – “Rei”” Bacalhau à sua mesa…


Quando se fala em “rei” …não em determinado momentos da nossa história mas sim à mesa, é claro, que se trata de “Bacalhau”. E para todos os gostos e com os mais diversos saberes e paladares, melhor não poderia haver que “Vila de Rei” para em alturas da Quaresma/Páscoa degustar um conjunto de pratos confeccionados…

queijo, pão e vinho provam-se na Quinta do Anjo


São muitos e muitos queijos produzidos, muito pão (zinho) amassado, cozido e comido e muitas e boas colheitas do vinho que por cá se produz, comercializa e bebe … Numa frase são 20 anos a mostrar o que de melhor se tem, produz e dá a provar na Quinta do Anjo… De hoje até domingo…

Alentejanos reunem em “Congresso das Açordas”


Congresso das Açordas, em Portel marca o fim-de-semana politico-alimentar Longe vai já o ano em que Portel deitou caldo ao pão, algum tempero, criando assim o Congresso das Açordas. Os anos passaram mas o evento veio para ficar e ai está mais uma edição, a decorrer este fim-de-semana – 4 a 6 de abril. O…

Festejar o “petisco” em Beja


Há muitas e variadas formas de petiscar…Muita gente gosta de um bom petisco… Regra geral conhecem-se os amigos à roda de uma mesa e de um petisco…Ai tanto para dizer sobre “petisco” mas fica para outra vez, que o importante agora é mesmo o “Festival do petisco”. Onde ? Em Beja, quando digo-vos já: dias…

…no tempo em que os animais se comiam !


Do tempo em que os Castelos se erguiam, aos dias de um território densa e paulatinamemte povoado por humanos, passando por episódios marcantes da história, foi um salto (grande) e marcante já conhecido e vivenciado. Agora Óbidos vê-se lietralmente invadido por animais, enormes, assustadores, selvagens, tal a diversidade de habitats naturais e continentes aqui criados……

Um “Rio Maior ” de (boa) gastronomia nas suas Tasquinhas


Prestes a abrir portas está já a edição deste ano das “Tasquinhas de Rio Maior”.  A 29ª edição tem lugar de 28 de março a 6 de abril, contemplando no seu cardápio a gastronomia local/regional por via dos petiscos, das sopas, de muitos dos pratos tradicionais e da doçaria regional. Produtos locais, artesanato e muita…

“SALVÉ (a) Terra de Enguias” …


Este é o mês da Enguia. E qual roteiro da melhor e mais diversificada ementa com Enguias, diremos então em qualquer dúvida ou hesitação – é Salvaterra de Magos. A “terra rainha” das Enguias é mesmo aqui à beira Tejo, pelo que será impensável alguem dizer ” ah enguias, já comi e o mês desta…

“Sabores no Barro” de Beringel


A tradição ainda é o que era… costuma dizer-se e é verdade, em muitas localidades do luso território. E no caso de Beringel é dupla essa realidade, tanto na gastronomia, comendo-se bem e no respeito pelas tradições, que o mesmo é dizer, cozinhar segundo os saberes antigos. Em segundo lugar realidade é igualmente o facto…

Pomarão muito mais que “Festival do Peixe de Rio”


Lançado o isco já lá vão uma dúzia de anos, disponibilizada a cana, puxados os carretos eis que a aldeia do Pomarão “virou/vira” Festival com a Lampreia, a Enguia o Muge a assumir papel de reis …durante dois dias. Cc02/14 Á mesa, à volta dela, mas também no rio ou com este por pano de…