o Mel nunca amargou …


A Doce Feira de Ponte da Barca, aí está de 17 a 23 de dezembro na Praça da República em Ponte da Barca que assim se tona mais doce e atractiva ou não fosse este o cenário do Mercado de Natal, com muitas prendas e solidariedade à mistura. E por falar em doçura aquela que…

Estar com os azeites… na Barquinha


«Estou com os Azeites … !!!»  E deixe -me dizer-lhe que você amigo ou amiga também deveria estar e saberá de seguida porquê… Na verdade nunca a expressão fez tanto sentido como agora em Vila Nova da Barquinha, ali mesmo com o tejo por cenário, com as mais variadas iguarias no horizonte e por companhia…

Ela aí está suculenta e apetitosa…


Elas estão aí, fofas, molhadinhas, apetecíveis, diria mesmo, com tudo para fazer um sucesso nestes dias mais próximos. Ah o ambiente e até as luzes vão ajudar a destacar o que de melhor elas têm … para agradar aos “alfacinhas” É do “Festival da Francesinha” em Lisboa que falamos, cuja segunda edição decorre atá ao…

Celebrar o Vinho… com os de Frades


A grande celebração do Vinho da Talha, das Tabernas tradicionais que continuam “teimosamente” a ser o local de convívio dos locais e do afogar das mágoas desta vida, está aí com a sua 17 edição. Ah como tempo passa, mas ficam as memórias de outros tempos, que se revivem agora com uns toques de modernidade…

Port(alegre) de Vinhos e Sabores


Perdem-se no tempo as origens da produção dos Vinhos do Alentejo, mas prova-se que a lição marcou e teve continuadores, constituindo hoje a gama de vinhos disponíveis, um alegre prazer para os inúmeros apreciadores de preciosos néctares “made in” Portalegre Quanto a sabores tantos e tão agradáveis são que não chegariam estas linhas para descrever…

Dão, ai se dão Vinhos em Viseu…


Ai Agostinho, que rico Vinho !!! Vai mais uma pinguinha ? Ai não que não vai …até por que DÃO !!! “DÃO” -se a provar na mostra que tem lugar entre 5 e 7 de dezembro, em Viseu. A iniciativa denominada «Vinhos de Inverno» anima (e de que maneira!) por estes dias o Solar do…

Alcáçovas …de todas as doces tentações


Colorida, saborosa, concorrida e doce, diria mesmo, a mais doce terra do luso território, nestes dias de dezembro é Alcáçovas. Um total de 25 doceiros e doceiras, um pouco de todo o território, trazem até este recanto do Alentejo, iguarias de fazer crescer água na boca. Transformada em verdadeira “capital nacional da Doçaria”, muitos e…

“Vinhos do Tejo” fazem-se à estrada no Brasil


Ai Agostinho…que rico vinho ! Vai uma pinguinha ? A maior acção de promoção de vinhos em terras de Vera Cruz, está em curso e com diversas e mediáticas iniciativas. A «Caravana Vinhos do Tejo» uma interessante, colorida, animada e mediática ação de promoção de Vinhos da chamada região do Tejo, decorre até final de…

Restaurantes portugueses dos “melhores do mundo”


O “Guia Michelin” acaba de distinguir nada menos que 14 Restaurantes portugueses nesta sua edição de 2015, ou seja mais dois que actualmente, o que sem dúvida constitui um marco importante para a restauração e gastronomia do luso território. Bem se pode dizer que portugal está entre os melhores do mundo nesta área tão importante…

Pastel(inho) de Belém nas bocas dos brasileiros


O “Pastel de Belém”, delicioso, estaladiço e que há muito se come muito para lá dos limites geográficos do luso território, é um dos grandes temas em foco na secção COMIDA da Folha de São Paulo, no Brasil. Intitula o periódico brasileiro que «A Receita do Pastel de Belém é um dos Segredos mais bem…

Caça de Mora… mas é um prazer !


A “caça-de-mora”, pode até ser cansativa, mas na verdade quando chega à mesa é um regalo para os olhos e os estômagos, avidos por matar o bicho que desde cedo, por aqui anda fazendo das suas… Ora todo este jogo de palavras, para dizer que Mora está de novo de portas abertas, aos amantes da…

Brasil “aplaude” Moscatel de Setúbal


Palmas e prémios, provas e fitas bem se pode dizer que aconteceram bem a propósito de um produto genuino e regional que faz toda a diferença num mundo global. Falamos é claro do “Moscatel de Setúbal” um produto que gera “imputs” na economia local, além de ser uma das mar cas mais antigas e distintas…